1 de mai de 2013

Os Riscos dos Empregos Verdes (download grátis)

A produção de lixo pelo homem é fato antigo, mas a conscientização sobre os impactos causados é assunto novo com muitos desdobramentos. Uma questão importante é a boa intenção da Política Nacional de Resíduos Sólidos em incluir catadores de recicláveis nos processos de coleta, separação e reciclagem de lixo como alternativa para inclusão social e possibilidade de capacitação e formalização da mão-de-obra.

As medidas de apoio e desenvolvimento de associações e cooperativas atrairá mais pessoas a uma atividade vinculada a diversos problemas sociais (informalidade, falta de condições higiênicas no meio ambiente de trabalho, contato direto com materiais contaminados, entre outros).

A Organização Internacional do Trabalho, atenta à questão, lançou o Relatório "Promover a Segurança e a Saúde em uma Economia Verde". Veja o que diz o relatório sobre reciclagem:
"A reciclagem fará cada vez mais parte integrante da concepção dos produtos e da gestão de resíduos. Contudo, as novas tecnologias de reciclagem poderão introduzir novos riscos, pois haverá um maior ênfase na implementação de processos avançados para preservar as qualidades de desempenho dos materiais. Além disso, os novos materiais e produtos, quando recolhidos como resíduos, poderão apresentar uma grande variedade de riscos profissionais devido ao uso de nano-materiais e de novos tipos de produtos químicos ou do aumento constante dos resíduos eletrônicos. 
Os sistemas de gestão de resíduos são complexos e envolvem tanto o setor público como o setor privado. O programa de empregos verdes da OIT identifica a gestão de resíduos como uma das fontes de maior crescimento dos empregos verdes. No entanto, muitos empregos na área da gestão de resíduos que, em teoria são ecológicos, não o são na prática devido à utilização de práticas inadequadas que têm efeitos nefastos sobre a saúde humana e o ambiente. A maior parte das estratégias de gestão de resíduos promove uma redução da produção de resíduos ou uma mudança de paradigma em que os resíduos deixam de ser considerados um fardo indesejado e passam a ser encarados como um recurso valioso."
Envolver cooperativas de catadores de materiais recicláveis na questão da diminuição do volume de lixo encaminhado aos aterros sanitários deve considerar os riscos desse trabalho e a capacitação necessária para a diminuição desses riscos.

Faça o download do relatório aqui: Promover a segurança e a saúde em uma Economia Verde
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário